quarta-feira, 22 de março de 2017

Goiaba-serrana - Feijoa sellowiana



Fruto nativo das regiões sul e sudeste do Brasil, e também Paraguai, Uruguai e norte da Argentina.

Germinação 

A germinação desta espécie não precisa de pre-tratamento.

As sementes  devem ser semeadas a uma profundidade de 3-4 mm,  e a bandeja de germinação devem ser molhada diariamente, mantida úmida sem secar e sem alagar.


Mantenha em local bem iluminado (sem luz direta do sol) e com temperaturas entre 18 e 25C 

A germinação demora de 3 a 12 semanas.

Cultivo




Umidade: Prefere zonas que não tenham umidade extremamente alta

Temperatura ideal: 10-25˚C. Tolerante a geadas (resistem até a -9˚C). Climas subtropical e tropical de altitude: Invernos frescos e Verões moderados. 

Luz: de muita luz indireta para luz direta. Sol direto apenas quando a planta estiver bem aclimatada e madura

Solo: qualquer substrato que tenha boa drenagem é suficiente. Se seu substrato não tiver muita aeração, deve incluir areia, perlita, vermiculita ou turfa

PH do solo: 5.5 a 7.

Irrigação: irrigue de 1 a 2 vezes por semana. Fique atento para não encharcar o solo no inverno

Pode ser plantada em vasos e exteriores. Sempre use vasos com furos para escoar a água excedente

Necessita de boa ventilação.



sábado, 18 de março de 2017

MORINGA - Moringa oleifera


   A Moringa Oleífera (Moringaceae), uma hortaliça arbórea que chega até 8 metros de altura, planta cultivada inicialmente na Índia é considerada por botânicos e biólogos, um milagre danatureza. A planta que possui uma variedade imensa de aplicações, chamada por muitos de planta multiuso, é também, uma esperança para o combate da fome no mundo devido a sua
composição rica em vitaminas e sais minerais.
   Em se tratando de paisagismo comestível, uma árvore de Moringa é difícil de superar. Esta árvore versátil pode ser cultivada durante o ano todo em qualquer clima tropical, como o do Brasil.

   De crescimento rápido, nutritiva, e agradável de se admirar, a Moringa está ganhando popularidade diariamente. O que poderia ser mais fácil do que caminhar em seu quintal, e colher verduras saudáveis para servir em sua mesa?

   Decida onde você gostaria de cultivar a sua árvore de Moringa. Lembre-se de que as árvores de Moringa podem ultrapassar os 6 metros de altura, no primeiro ano. O crescimento médio é de cerca de 4,5 metros, entretanto, em condições ótimas, elas podem crescer muito mais. Porque os galhos irão crescer, em média, um metro no primeiro ano, você precisar analisar se você quer plantar sua árvore de Moringa perto de estruturas pré-existentes. Moringas precisam de bastante luz solar, calor e água, para vingar - então pense sobre onde sua árvore irá obter a melhor exposição ao sol.

   Obtenha a melhor terra orgânica que você conseguir encontrar. Moringas não gostam de terra pesada, solo argiloso ou vermiculita. Elas irão crescer em solo pobre, solo arenoso, e solo empobrecido, mas elas não gostam de suas raízes ficando molhadas. Tenha isso em mente, e se necessário, compre areia para misturar à terra, ou use qualquer tipo de solo que estiver disponível em sua região, e acrescente bagaço de coco, turfa, perlita, ou areia para soltá-lo. Isto dará às raízes de Moringa espaço para ir mais fundo, e escoar bem. A Moringa tem uma raiz principal, o que significa uma única raiz que vai diretamente para baixo como uma cenoura. Ela tem pequenas raízes de alimentação mas não apresenta ramificação de raízes. Plante sua árvore onde a raiz principal tenha bastante espaço para ir para baixo. Se for plantar em um recipiente, encontre o mais fundo que você puder.

   A Moringa pode ser cultivada como uma árvore solitária, em filas, ou como uma cerca viva. Se você quiser cultivá-la como uma cerca viva, plante as sementes no solo a uma distância de 30 cm uma da outra. Arranque uma a cada duas novas folhas que crescerem, para forçar a árvore a crescer como um arbusto, e uma vez que elas tiverem aproximadamente 60 cm de altura, corte os galhos ao meio no sentido do comprimento, e arranque o novo broto que irá brotar no topo da árvore de Moringa.

   Se você vai cultivar suas árvores de Moringa em filas, plante as sementes cerca de 90 cm umas das outras, em filas que estejam distantes pelo menos 1,8 m, para tornar mais fácil a remoção de ervas daninhas e caminhar entre as filas.
       
   Se você vai cultivar sua Moringa como uma árvore solitária, apenas lembre-se de dá-la bastante espaço, para que seus galhos possam se espalhar. Periodicamente, pode o topo da árvore, para estimular novo crescimento, e pode os galhos pela metade. Isso irá garantir que sua Moringa vingue, e te dê muitas belas flores, folhas comestíveis, e vagens - por anos a fio.

   Faça um buraco no solo de cerca de 2 a 2,5 cm de profundidade, plante as sementes de Moringa, cubra com terra, e soque a terra no lugar. Anote a data que você plantou sua semente ou sementes, para que você possa monitorar seu crescimento. Depois de ter coberto as sementes, regue a terra cuidadosamente. Sejam elas plantadas em recipientes, ou diretamente no solo, elas vão precisar de uma cuidadosa irrigação diária, até que você veja o broto emergir do solo. Uma vez que eles surgiram, você pode regar a cada dois dias, até que elas atinjam cerca de 45 cm de altura. Então, uma vez por semana será suficiente.

   Algumas pessoas encharcam as sementes de água até que elas brotem, e só então as plantam. Esse método também funciona, mas sementes de Moringa são muito resistentes, e não necessitam desse passo adicional.

   Dicas

   Os botões e as flores podem ser levemente cozidos e consumidos, como um nutritivo vegetal.
    Mantenha a tesoura de poda sempre à mão, pois quanto mais você podá-las, mais rápido elas irão crescer.
    As folhas, vagens, botões, flores e sementes podem todos ser consumidos. Os botões e as flores devem ser cozinhados, as sementes podem ser comidas cruas ou cozidas, e as folhas podem ser consumidas. Existem muitos websites que irão dar sugestões de como incorporar as folhas a sua dieta. Elas podem ser consumidas cruas, colhidas diretamente da árvore e consumidas no local, ou podem ser adicionadas a saladas ou patês. Muitas pessoas em países ao redor do mundo as consomem com frango, peixe, carne de porco, carne de vaca, cordeiro ou outra carne, ou elas podem ser levemente salgadas, e consumidas como um acompanhamento. As folhas da Moringa podem efetivamente ser adicionadas a sopas, guisados, arroz, grãos ou assados. Quando adicionadas a um prato principal, é mais benéfico adicionar as folhas ao final do tempo de cozimento, para preservar tantos nutrientes quanto possível.
   Mantenha sua árvore de Moringa com uma altura de 2,5 a 3,5 metros, no máximo, se você deseja ser capaz de alcançá-la para colheira. Se você não fizer isso, você acabará com uma árvore muito alta e estreita, com galhos bem no topo; inacessível e pouco atraente.
    Porque as árvores de Moringa crescem tão rapidamente, uma das maneiras mais fáceis de mantê-las a uma altura manejável é podar ao meio um em cada dois galhos do topo. Isso irá estimular a árvore de Moringa a ramificar-se, ao longo do tronco, e evitar que você tenha uma árvore de 9 metros de altura, com botões, flores, folhas e vagens que são difíceis de alcançar.
   A Moringa é resistente a seca, mas não é resistente ao frio. Elas morrem em regiões sujeitas a neve.

   Ao redor do mundo, algumas pessoas comem a raiz. Não coma a raiz. Ela tem gosto de rábano (raiz-forte), mas a casca da raiz contém uma neurotoxina potente. Em quantidades grandes o suficiente, ela pode ser fatal. Deixe as raízes de lado.

  Pode sua árvore de Moringa frequentemente, no topo. Isto irá estimular a árvore a produzir mais galhos, mais baixo ao longo do tronco. Você também pode cortar as folhas dos ramos pela metade, forçando novas folhas a crescer. Não jogue fora as podas. Deite-as na base das árvores, para obter a melhor cobertura contra ervas daninhas que se pode encontrar.

 Fonte:  wikihow






 

sexta-feira, 17 de março de 2017

PLATANO - Platanus




GERMINAÇÃO

Coloque as sementes na geladeira por 60 dias (2 meses) antes de plantas.

Depois do periodo de frio, deixe as sementes em molho em água sem cloro por 24 horas.

Plante as sementes na superfície, não as enterre, apenas aperte elas sobre a superfície para fixar as sementes no lugar.

Molhe bem com um pulverizador e cobra a bandeja com um plástico transparente. A umidade deve ser de 100%.


Germinam em 1 a 2 duas semanas.  Remova a cobertura plástica quando as sementes começem a nascer.

Deve ser cultivada sob sol pleno, ou sombra parcial, em solo fértil, preferencialmente leve, profundo, enriquecido com matéria orgánica e irrigado regularmente no primeiro ano de implantação. Devido às raízes grandes, convém plantá-lo a pelo menos 10 metros de construções.

Não se esqueça esta não é uma árvore tropical, e por tanto deve ser plantada no lugar mais fresco possível, e protegida do sol nas horas mais fortes.



segunda-feira, 6 de março de 2017

Cubiú - Solanum sessiliflorum




Herbácea semi-perene , de crescimento rápido que pode ser cultivada tanto no sol (mais com irrigação constante) como na semi-sombra (onde se pode irrigar 2 vezes na semana).

Pode ser germinada seguindo as instruções para o tomate, (VEJA AQUIou simplesmente deixando as sementes em molho em água mineral por 24 horas e depois plantadas em areia, substrato ou terra orgânica, apenas cobrindo as sementes. A melhor temperatura para a germinação é de 20-30 graus.

A germinação ocorre em 30 a 40 dias.

Convém semear duas sementes diretamente em cada embalagem individual, ou celula da bandeja.


Cultivar inicialmente em um lugar muito luminoso mas sem sol direto e molhar diariamente, e mudar para sol pleno quando as plantas tenham 30 cm.

A planta resiste a temperaturas de até -1 graus se estiver na sombra de outras arvores ou se for coberta com um plástico na época da geada. Pode ser cultivada em altitudes variando desde o nível do mar até 1.800 m.

O solo deve ser profundo, úmido, ácido, com constituição arenosa ou argilosa (solo vermelho ou amarelado). É preciso plantas no mínimo 2 plantas para uma melhor frutificação. As plantas iniciam a frutificação com 6 meses após o plantio.

Mudas

As plantas tem prazo de vida curto, não chegando a 5 anos. Por isso, a partir da formaçãp da primeira muda, se recomenda recompor o pomar com sementes da mesma planta.

Cultivo

Pode ser plantada no sol ou na meia sombra num espaçamento entre plantas 2 x 2 m. As covas devem ter 40 cm nas três dimensões e ser preparada adicionando 100g de calcário e 500 g de cinzas e 4 a 6 pás de matéria orgânica bem curtida, deixando curtir por 2 meses antes do plantio. A melhor época de plantio é de agosto a setembro; após o plantio convém irrigar 2 vezes por semana ininterruptamente.

Podas

Fazer apenas podas de formação eliminando os brotos que nascem na base do caule. Caso o local tenha muito vento, convém fincar uma taquara para se amarrar a planta. Manter cobertura morta por volta do pé para manter a umidade.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

HIPÉRICO - ERVA DE SÃO JOÃO - Hypericum perforatum


O Hipérico não é uma planta tropical e por isso devemos ter alguns cuidados especiais na germinação e cultivo da espécie.

Importante: As sementes devem ser colocadas na geladeira por 4 semanas antes de plantar.

A germinação desta desta espécie é naturalmente errática e baixa, mesmo em condições ideais, pelo que se recomenda o uso de GA3 (ÁCIDO GIBERELICO) A VENDA AQUI
(DEIXE AS SEMENTES EM MOLHO POR 24 HORAS, APÓS O PERÍODO DE FRIO)

Não enterre as sementes!!  A presença de luz, é necessária para a germinação!  Simplesmente aperte as sementes na superficie do substrato, para fixar-as no lugar.

A temperatura ideal de germinação é de 20 ºC. Temperaturas muito maiores podem diminuir ou até impedir totalmente a germinação.

Se recomenda seu cultivo a pleno sol em regiões de clima moderado, nos lugares de clima mais quente, plantar evitando o sol nas horas mais fortes!

Evite regar demais, assim como solos mal drenados!

COMPRE SEMENTES DE HIPÉRICO CLICANDO AQUI 

TAMARINDO - Tamarindus indica

 

Originário da África equatorial e da índia. Cultivado em regiões de clima quente ou temperado, está bem aclimatado no Brasil.

De todas as árvores leguminosas frutíferas dos Trópicos, nenhuma é tão distribuída, e apreciada como ornamental do que o tamarindeiro. A maioria de seus nomes coloquial é variações no termo inglês comum (tamarind). Em espanhol e português, é tamarindo; em francês, do tamarin, o mais tamarinier ou mais tamarindier; em holandês e alemão, Tamarinde; no italiano, tamarandizio e na Índia, é tamarind ou ambli, imli ou chinch. 
 

GERMINAÇÃO - PRÉ-TRATAMENTO DA SEMENTE
 

A casca da semente do tamarindo é muito dura, se recomenda lixar com cuidado e deixar a as semente na água por 24 horas antes de semear,
 

PLANTIO E GERMINAÇÃO

     As sementes do tamarindo devem ser semeadas em canteiros bem preparados, em distância de 2 – 3 cm uma da outra. A semente deve ser colocada em cova de 1 – 2 cm de profundidade, e coberta com composto bem arenoso, além de ser irrigada periodicamente. Se a semente for plantada a uma profundidade alta, a germinação pode não ocorrer.

            A germinação da semente viável pode ocorrer em 5 – 10 dias, mas as plântulas podem demorar até um mês para serem vistas acima do solo. O tamarindo tem o revestimento do tegumento duro, o que prejudica a germinação, atrasando-a.

 PLANTIO DAS MUDAS

     Uma vez que ocorre a emergência das sementes, essas devem permanecer no berçário e ser irrigadas regularmente até que esteja com pelo menos 30 – 40cm de altura. Após este ponto, as mudas podem ser transplantadas para o campo.

 ESTABELECIMENTO EM CAMPO

          O tamarindeiro se adapta melhor em áreas abertas e ensolaradas. Não deve ser plantado em solos pesados, os quais devem ser bem drenados, ou seja livre de inundação.
 

CLIMA

A planta pode ser cultivada em regiões tropicais úmidas ou áridas; a temperatura média anual deve estar em 20ºC, as chuvas anuais entre 600 e 1500mm.; a planta requer boa intensidade de luz e é sensível ao frio. Não tolera geadas, em áreas sujeitas a geadas se recomenda plantar em vasos grandes, para poder proteger no inverno,
 

SOLO

Devem ser profundos, bem drenados, pH entre 5,5 e 6,5, de preferência areno-argilosos. Evitar solos pedregosos e sujeitos a encharcamento.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

TUCANEIRA - TUCANEIRO - Citharexlum myrianthum



Quebra de Dormência     Não é necessária.
 
Como Plantar     Colocar as sementes para germinação, em canteiros semi-sombreados contendo substrato peneirado e irrigar duas vezes ao dia. A taxa de germinação geralmente é superior a 80%, mas a germinação pode ser demorada, até 1 mes ou mais.

Transplantar as mudas para embalagens individuais quando alcançarem 4-6 cm. O desenvolvimento das plantas no campo é rápido, podendo atingir 4 metros aos 2 anos.

ONDE PLANTAR:
Preferencialmente na faixa litorânea e em terrenos muito úmidos e até mesmo brejosos.