quarta-feira, 15 de agosto de 2018

BARDANA - Arctium lappa



    Nome Científico: Arctium lappa
    Nomes Populares: Bardana, Baldrana, Bardana-maior, Carrapicho-de-carneiro, Carrapicho-grande, Erva-dos-pega-massos, Erva-dos-tinhosos, Gobô, Labaca, Lapa, Orelha-de-gigante, Pega-nossa, Pegamassa, Pegamasso, Pegamoço, Pejamaço, Perga-masso
    Família: Asteraceae
    Categoria: Folhas e Flores, Medicinal, Plantas Hortícolas, Raízes e Rizomas
    Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
    Origem: Europa
    Altura: 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros
    Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
    Ciclo de Vida: Bienal

A bardana é uma planta herbácea, bastante popular no mundo todo por suas características nutricionais e fitoterápicas. Sua utilização na alimentação e medicina remonta à Grécia Antiga. A bardana apresenta caule robusto, alto, capaz de alcançar 2 metros de altura, podendo ser verde ou arroxeado de acordo com a variedade. 


A bardana é planta indispensável em qualquer horta, pois é atóxica, nutritiva e com muitos poderes medicinais. Diz-se até que é uma farmácia completa. Além disso é rústica e fácil de cultivar. Ela também pode ser aproveitada na culinária, principalmente na japonesa, que se especializou no preparo da planta. As raízes da bardana são ótimas para tempurás, sopas, refogadas em óleo de soja, com arroz, em refogados de carne e até mesmo fritas como chips. As folhas podem ser utilizadas da mesma forma como a acelga, crua ou cozida. As flores também podem ser aproveitadas e têm sabor semelhante às alcachofras.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia sombra, em solo fértil, profundo, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Adapta-se a uma ampla variedade climática, mas prefere o clima mais ameno. 


Para a obtenção de raízes longas e bonitas, sugere-se preparar os canteiros e camalhões da mesma forma que para cenouras, elevando-os em pelo menos 15 cm de altura. Responde muito bem à adubação nitrogenada. 

Multiplica-se por sementes, postas a germinar no meio do verão. A colheita de raízes se inicia cerca de 4 meses após o plantio. As folhas e raízes devem ser colhidas antes da floração, para que não percam suas propriedades ou fiquem fibrosas.

A estratificação (colocar na geladeira por 2 meses) ajuda muito na germinação.

Para a menor quantidade de problemas, é melhor cultivar bardana em uma área onde pode se auto-semear livremente. Isso garantirá inúmeras culturas de sementes e raízes nos próximos anos.

Como cresce tão bem em uma área sombreada, se você tem uma grande árvore ao lado da sua paisagem, muitas vezes é o local perfeito para plantar sua cultura de bardana.

sábado, 4 de agosto de 2018

Canela de Velho - Miconia albicans

GERMINAÇÃO

NÃO ENTERRRAR AS SEMENTES. As sementes de Canela de velho, são fotoblásticas, precissam de luz para germinar. Coloque as sementes sobre o substrato previamento umedecido, e aperte elas somente para fixar no lugar.


Temperatura ideal de germinação: 25 graus.

Não molhe com mangueira, use um pulverizador para evitar que a pressão da água enterre as sementes.
 
Como as plántulas a emerger serão tambem muito pequenas e frágeis, continue molhando da mesma forma, até que as plantinhas sejam maiores, e possam ser transplantadas a um vaso maior. 

Sendo uma planta silvestre, distribuida em diferentes biomas, se adapta muito bem a grande maioria de tipos de solos. Ela é também bem resistente à variação de temperatura e pouco exigente em relação à frequência de irrigação.

 

sábado, 21 de julho de 2018

MÃO DE DEUS - MAÕS DE DEUS - Tithonia diversifolia

Propagação:

A propagação é feita por sementes. As sementes devem ser preferencialmente semeadas no local definitivo, mas também é possível a semeadura em pequenos vasos, saquinhos para mudas ou copos de papel, transplantando as mudas com cuidado quando estas ficarem grandes o bastante para serem manuseadas. As sementes do girassol-mexicano devem ser semeadas superficialmente, embora também seja possível cobrir com uma leve camada de terra peneirada, areia ou serragem fina. A germinação das sementes normalmente demora entre 4 e 21 dias.

Cultivo:

As plantas podem ser anuais (em climas frios) ou normalmente perene.

Luz solar direta.

O solo deve permanecer levemente úmido. Tolera curtos períodos de seca. Não suporta solos encharcados.

O ideal é um solo bem drenado, não muito fértil. Em solo muito fértil esta planta produz muita folhagem para poucas flores. É bastante tolerante quanto ao pH do solo.

Planta de crescimento muito rápido, a pesar de juto bela é util, pode ser invasiva, cultive com responsabilidade,

quarta-feira, 18 de julho de 2018

MIL FOLHAS - ACHILEIA - MILEFOLIO - Achilea millefolium e outras. Todas as variedades

Sendo nativa de regiões de clima temperado em Europa, as sementes de milefólio se beneficiam de um período frio antes do plantio. Este processo de fornecer frio é conhecido como estratificação. Idealmente, as sementes de precisam de um mês de frio para germinar. Você pode conseguir isso dentro de casa, armazenando sementes na geladeira por um mês. Coloque as sementes em uma toalha de papel úmida enfiada em um saco plástico com zíper ou em areia úmida.



Semear numa substrato comercial de sementes que é projetada para levar as mudas a um início sólido. Apenas cubra as sementes de milefólio, apenas aperte na superficie do substrato e espolvoreie um pouco acima, precisam de um pouco de luz para germinar.. Apontar para um quarto de polegada de solo no máximo. 

A germinação é lenta com sementes de milefólio. Se você mantiver a temperatura do solo a 21 ° C, a germinação deve ocorrer dentro de 14 a 28 dias. Em temperaturas mais baixas do solo, pode levar até 100 dias para as sementes de milefólio germinarem. Temperaturas maiores podem diminuir ou inibir a germinação totalmente. 
 


 Plantio
  • Remova a terra até uma produnfidade de 40 cam e misture uma camada de 5 a 8 cm de compostagem antes de semear
  • Plante em solo bem drenado, médio a pobre. Esta espécie prospera em condições quentes e secas; eles não vão tolerar o solo úmido. Se você as cultiva em solos ricos, as plantas podem ter um crescimento exagerado mas sem tanta floração.
  • Espace as plantas a uma distância de 30 a 50 cm. Uma vez estabelecidas crecem rápidamente. 
  • CULTIVO A PLENO SOL
  • PROTEJA DE VENTOS 
 

Dicas

  • Adicione uma fina camada de composto, seguida por uma camada de 5 cm de cobertura em torno de suas plantas a cada primavera.
  • Se você receber oouca chuva por semana no verão, lembre-se de regar suas plantas regularmente.

 

quinta-feira, 17 de maio de 2018

LIQUIDAMBAR - Todas as espécies


As sementes de Liquidambar têm uma dormência moderada dentro delas, que requer um certo grau de paciência para superar. Para permitir que a dormência seja quebrado por favor use as informações a seguir como uma guia.

Primeiro prepare um substrato de drenagem livre (areia, perlite, ou vermiculita).  O substrato escolhido precisa estar úmido (mas não molhado), se você pode espremer a água dele com a mão, ele está muito molhado e suas sementes podem se afogar e morrer.

Misture as sementes no substrato, certificando-se de que há volume suficiente de material para manter as sementes separadas. Coloque a mistura de sementes em um saco plástico transparente (sacos para freezer, especialmente sacos com fecho são muito úteis para isso - desde que haja uma pequena folga na vedação para troca de ar). Se não for um saco tipo zip-lock, ele precisa ser amarrado
frouxamente . Em seguida, escreva a data na bolsa para que você saiba quando o pré-tratamento foi iniciado.

As sementes requerem um período frio para quebrar a dormência que é naturalmente encontrada dentro delas, isto é facilmente conseguido colocando o saco preparado de sementes e misturas de composto na geladeira (4 Celsius) por entre 4 e 12 semanas. É difícil ser mais específico porque diferentes lotes de sementes têm níveis de dormência bastante diferentes. É bem possível que as sementes germinem no saco a estas temperaturas quando estão prontas para o fazer, se o fizerem, basta retirá-las do saco e plantá-las cuidadosamente.

Quando cerca de 10% das sementes estejam mostrando sinais de germinação, todo o lote de sementes está pronto para ser semeado. Pequenas quantidades de sementes podem ser semeadas em vasos ou em bandejas de sementes e transplantadas conforme necessário, quando as mudas sejam grandes o suficiente para serem manuseadas. 

Não expor sementes recém-semeadas a altas temperaturas (acima de 25 graus Celsius), caso contrário, uma dormência secundária pode ser induzida e as sementes não germinarão até que tenham sido pré-tratadas novamente. Sementes germinadas podem ser plantadas em vasos ou bandejas em um composto de boa qualidade. Mantenha as mudas bem regadas e livres de ervas daninhas. O crescimento no primeiro ano é geralmente entre 15 e 40cm e geralmente sem problemas. Deixe-os crescer por 2 ou 3 anos antes de plantá-los em uma posição permanente.


Deve ser cultivado em vaso nos primeiros 2 anos. Ao efetuar o transplante das mudas para o local definitivo, abrir covas amplas e regar regularmente até a árvore se estabelecer.

sexta-feira, 11 de maio de 2018

ALHO SILVESTRE - LÁGRIMAS DA VIRGEM - Allium fragrans - Nothoscordum gracile


Não existe informação sobre sua germinação, que deve ser fácil; simplesmente cobrir as sementes com 1/2 cm de terra leve. e molhar.  

Sendo uma planta silvestre comestível, seu cultivo não apresenta dificuldades. Cresce a pleno sol e meia sombra em qualquer tipo de solo, mas prefere solos bem drenados, já que solos com água (encharcados) podem levar ao apodrecimento dos bulbos.

Se recomenda seu cultivo em vasos, já que pode ser reproduzir sem controle.




segunda-feira, 7 de maio de 2018

ALCAPARRAS - Capparis spinosa

Clima

A alcaparra prefere um clima quente e seco, tolerando bem altas temperaturas (até mesmo temperaturas em torno de 40°C), embora também possa algumas vezes suportar baixas temperaturas no inverno (até aproximadamente -8°C). Excesso de umidade pode prejudicar esta planta.

Luminosidade

Exige iluminação solar direta.

Solo

Pode ser cultivada em qualquer tipo de solo, desde que bem drenado, mas o ideal é um solo calcário. Cresce bem mesmo em solos pedregosos, e pode ser encontrada crescendo naturalmente em brechas e fissuras de antigos muros de pedra nas regiões onde é nativa. O pH do solo pode estar na faixa de 6 a 8,5, mas o ideal é um pH levemente alcalino na faixa de 7,5 a 8.

Irrigação

O melhor é que não falte água, mas o solo deve ter uma excelente drenagem e não deve permanecer úmido por um longo tempo. Quando bem desenvolvida não exige muita água e suporta períodos de seca. O excesso de água pode favorecer o surgimento de doenças.

Germinação

Coloque as sementes imersas em água por um dia. Depois coloque-as num filtro de café apenas umedecido (e este nua sacolinha ziplock) na geladeira por 2-3 meses, e depois desse periodo que simulará o inverno de sua região nativa, deixá-las imersas em água morna por um dia, antes de semeá-las.

Plantio

As sementes são pequenas e podem levar meses para germinar. Seja paciente! A taxa de sementes que germinam rápido é normalmente baixa.  O uso de GA3 ajuda na germinação. Semeie em sementeiras, saquinhos para mudas ou vasos, transplantando as mudas para o local definitivo quando estiverem com um ano. As mudas crescem lentamente nos primeiros meses.

O espaçamento recomendado varia conforme a cultivar e as condições de cultivo, podendo ir de 2,5 m a 5 m entre as plantas. A alcaparra também pode ser cultivada em vasos.

Tratos culturais

Retire plantas invasoras que estiverem concorrendo por recursos e nutrientes.
Quando a planta se encontra dormente, pode os ramos, eliminando os ramos mortos, fracos ou doentes. Quando a planta estiver em plena produção, corte os ramos improdutivos.

Fonte: hortas.info