sexta-feira, 14 de novembro de 2014

CIPRESTE - Cupressus sp.



Deixe as sementes de molho em água quente por 24 horas como parte do processo de escarificação. Retire as sementes da água e coloque-as sobre um filtro de café de papel úmido. Dobre o filtro, de maneira que as sementes fiquem no meio e coloque o filtro num saco de plástico vedado, de preferência do tipo ziplock.

Para estratificar as sementes coloque saco de plástico no geladeira por trinta dias. Isso vai simular um inverno frio  após o qual as sementes dormentes iniciarão o processo germinativo.


Preparare uma bandeja de germinação de sementes  (qualquer recipiente com furos serve). De preferência use subtrato para mudas ou terra leve. Umedeça o solo com água antes da semeadura.

Coloque a bandeja em um local fresco e bem ventilado com luz solar indireta. Manter o solo úmido, mas não molhado, até que as sementes germinem e os brotos apareçam.

Transplante as mudinhas quando tenham uns 10 cm, Se recomienda o cultivo inicial em vasos de plástico, e o transplante ao lugar definitivo quando as mudas sejam bem grandes com um ano de idade ou mais.

Cultivo a sol pleno, em solos MUITO BEM DRENADOS. MODERAÇÃO com a água.







terça-feira, 11 de novembro de 2014

SHISO - PERILLA - Perilla frutescens var crispa

Planta anual muito importante na culinária japonesa. Seu nome botânico é  Perilla frutescens var. crispa.

As sementes de Shiso tem uma curiosidade, elas não germinam se são muito frescas!!

Como Germinar o Shiso

Coloque as sementes na geladeira por 1 a 3 meses.

Depois deixe as sementes na água por 24 horas antes da semeadura. Para plantar as sementes já embebidas na água, apenas deite suavemente o recipiente com as sementes na água no vaso ou bandeja.. Não enterre as sementes já que estas precisam de luz para germinar. Simplesmente aperte alguma semente que possa ter ficado solta, ou coloque um pouquinha de areia para ajudar a fixar as sementes no lugar, sem enterrar nem cobrir. Desta forma as sementes devem germinar em 4 a 7 dias. A temperatura ideal de germinação é de aproximadamente 20 graus. Muito calor amais ou a menos, e a germinação pode ser muito pobre ou nenhuma.

Não deixe secar nem alagar as sementes.

Cultive na sombra parcial, e longe do sol forte do meio dia. Não se esqueça o Shiso não é uma planta tropical e por tanto em climas quentes é melhor seu cultivo no outono, inverno e primavera.


sábado, 9 de agosto de 2014

Eucalipto Arco Iris – Eucaliptus deglupta

http://mlb-s2-p.mlstatic.com/100-sementes-frescas-eucalipto-arco-iris-eucaliptus-deglupta-17508-MLB20139261498_082014-O.jpg
Eucalyptus deglupta, também conhecido como eucalipto arco-íris  é uma árvore sempre verde que provém da Ilha de Mindanao nas Filipinas. Famosa pela sua constante mutação, casca multicolorida, não tolera geadas.  Em condições ideais, o que incluem pleno sol, muita água e solo bem drenado, a árvore pode crescer cerca de 40 metros de altura.
GERMINAÇÃO
A limpeza e a desinfecção da  bandeja, antes de semear as sementes, é essencial para eliminar as bactérias que podem afetar o crescimento das plantas. Embeber a bandeja por 10 minutos, em uma solução de 9 partes de água para 1 parte alvejante doméstico. Depois, use líquido de lavar louça para limpar o tabuleiro e enxágue bem com água.
Se recomenda o uso do de substrato para sementes, não terra. O substrato deve ser leve e poroso. Se recomenda esterilizar o mesmo no forno,
As sementes de Eucalyptus deglupta são muito pequenas, e por tanto devem ser colocadas na superfície do substrato e apertadas, nunca enterradas, precisam de luz para germinar!  O substrato deve manter-se úmido durante toda a germinação. Isto é feito melhor com uma  garrafa de spray (borrifador) porque este não vai lavar ou aprofundar as sementes. As sementes de Eucalyptus deglupta requerem uma umidade de cerca de 100 por cento. Cobra a bandeja com um filme plástico transparente pode ajudar a elevar o nível de humidade. Para promover aeração, fazer furos no plástico.
Para germinar as sementes, coloque-as num lugar na sombra mas com muita luz. A temperatura ideal de germinação é de 30 graus. A germinação é naturalmente errática e pode demorar de 5 a 90 dias. Durante a germinação, mover a bandeja a uma área parcialmente sombreada. Uma vez as sementes germinadas, coloque a bandeja nua janela ensolarada.
Uma vez que o segundo conjunto de folhas se desenvolva, (o primeiro conjunto de folhas verdadeiras), é hora de transplantar as mudas para recipientes individuais. Continue a umidificação do solo conforme necessário. Utilize o FERTILIZANTE MILAGRE semanalmente. Depois de cerca de três meses, quando as plantas estarão com cerca de 10 cm de altura as mudas podem já ser movidas a uma área totalmente ensolarada, desde que não seja verão em áreas de calor extremo.
COMPRE SEMENTES FRESCAS DE EUCALIPTO ARCO IRIS CLICANDO AQUI

quinta-feira, 12 de junho de 2014

FLOR BALÃO - Balloon Flower - Platycodon grandiflorus

Balloon flower

Também chamada de Campainha-chinesa é uma planta herbácea de clima temperado, que chama a atenção por suas flores em forma balão quando fechadas e em forma de estrela uma vez abertas. Floresce no verão e no outono.  A Flor Balão é uma espécie rústica, de baixa manutenção e própria para a formação de bordaduras e maciços. No oriente, esta planta é utilizada como alimento, em sopas e saladas, e como medicamento, com propriedades anti-inflamatórias, usado no tratamento de afecções respiratórias.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, leve, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Planta típica de clima temperado é capaz de tolerar temperaturas abaixo de 0ºC. Apesar de perene, pode necessitar replantio anual devido à perda do vigor. Fertilizações leves semanais estimulam o crescimento e a floração. Após a primeira floração, deve-se cortar os ramos que já floriram, encorajando assim a planta a florescer novamente por duas ou três vezes.

Para germinar as sementes é necessário simular o inverno de suas regiões de origem, pelo que se recomenda colocar as sementes num saquinho “ziplock” na geladeira por 90 dias.

Depois de este período plante as sementes em substrato apropriado, cobrindo elas apenas. molhe suavemente.

A temperatura ideal de germinação está em torno de 20 graus, com pelo menos, 6 a 8 horas diárias de luz disponível. Verifique as sementes pelo menos uma vez por dia. Não deixe que o solo seque. Borrife com água com frequência suficiente para manter o solo úmido.
Germinarão em 2 e 3 semanas.

Transplantar quando tenham aproximadamente 10 cm tomando muito cuidado em não mexer nas raízes, já que esta espécie não gosta de transplantes.

Escolha um local que tenha pleno sol ou meia-sombra, com um rico, tipo solo barrento. Prepare o local, rodando sobre o solo a uma profundidade de 5 a 6 cm. Não deixe paus, pedras ou plantas daninhas.

Plante com um espaço de 12 a 18 cm de distância.

Cacto – Cactus – Cactos – Cacto Azul e outros

Cacto Azul

image

Se recomenda o plantio inicial de cactos em bandejas apropriadas como a da foto. Bandejas de semeadura podem ser adquiridas em lojas especializadas ou então use recipientes como caixas de ovos ou copinhos plásticos.

Se seu recipiente  não tem tampa, pode fazer uma em casa com papel celofane ou plástico transparente), algo que deixe passar a luz e mantenha 100% da umidade, prevenindo as sementes de secar.

IMPORTANTE:  O fundo tem que ter vários furos para drenagem.

Cactus 0

Encha sua bandeja com o meio apropriado, sugerimos de ser possível uma mistura de  SUBSTRATO, e PERLITA, ambos bem finos. É importante que a textura seja fina, e caso contrario ela deverá ser peneirada.

Para a reprodução de seu solo de origem deveremos usar substratos que não retenham água, como areia, cascalho, cascas de árvores decompostas e composto orgânico de folhagens junto com o solo mineral comum de cultivo.

Apreciam solo de pH mais alto do que a maioria das plantas ornamentais necessitam, em torno de 6 a 6,5, então devemos evitar a colocação de turfa, cujo pH é de 3-3,5, preferindo húmus de minhoca que tem pH em torno de 7,0.

Quando o recipiente este completo,  a superfície deve ser alisada usando um objeto plano, como e feito na foto com o vasinho retangular. Pressione de forma suave, a ideia e aplanar a superfície e não compactar o meio.

Cactus 1

Umedeça o substrato molhando em forma de suave nuvem, nunca com a água em forma direta, você não vai querer que a superfície plana já preparada para as sementes se arruíne. Molhe ate que a agua escorra pelos buracos do fundo. SIM VOCE ESTA MOLHANDO O SOLO ANTES DE COLOCAR AS SEMENTES :) 

Cactus 2

Coloque as sementes no substrato em forma ordenada (geométrica) para que as sementes fiquem todas numa distancia aproximadamente igual umas de outras.

Cubra as sementes com a mesma mistura usada como solo, as sementes não devem ficar expostas nem tampouco ser enterradas profundamente.

Cactus 3

Depois de cobrir as sementes, repita o procedimento de alisar a superfície, para ter certeza que as sementes estão em contato com o solo. De novo: não aperte muito, apenas alise.

Cactus 4 

Molhe de novo com a mangueira apropriadamente preparada para fazer o efeito nuvem só para molhar a camada superficial do recipiente.

OU USE UM BORRIFADOR:

Borrifador

Isto será conseguido com uma ou duas passadas sobre ele, desde que a capa superficial e fina, e o resto do substrato já esteja úmido. E importante que NÃO se molhe com a forca da agua normal, porque caso contrario as sementes podem ficar enterradas e nunca germinar.

Cactus 5

Identifique a “estufa_ com o nome da planta ou plantas e a data em que as sementes foram semeadas.

Cactus 6

Cubra o recipiente e coloque-o num lugar sombreado onde receba pouca luz solar. O meio nunca pode secar, mas como ele estará coberto formando uma estufa, só será necessário molhar de novo (com o efeito nuvem) cada 2 semanas ou mais.

A germinação ocorre entre 30 e 45 dias para a maioria dos gêneros, mas alguns poderão  levar mais tempo.

Cactos 6

Acima plantinhas de 7 semanas (desde plantadas). A tampa foi removida para a foto unicamente. As plantinhas tem que ficar no ambiente protegido ate que sejam bem maiores!!

Cactus 8

Aqui uma foto mais de perto. Esta não e uma situação perfeita, demasiadas sementes, elas estão demasiado juntas e isso não será bom na hora do transplante!

Cactus 9

Este jovem cacto está mostrando o seu primeiro espinho. Na base a casca da semente já caída.

Cactus 10

Uma foto da mesma bandeja de cactos com 14 semanas de idade, já quase prontos para o transplante!

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Gunnera manicata

Gunnera manicata

A Gunnera é uma das maiores e mais espetaculares e arquitetônicas plantas herbáceas do mundo, comumente chamada de Ruibarbo gigante. Suas folhas são realmente gigantescas, de 2 metros!

As plantas necessitam de uma grande quantidade de espaço para crescer, pois é difícil para restringir o seu tamanho.

GERMINAÇÃO e CULTIVO INICIAL

A melhor temperatura de germinação  20 a 27 °C .  Germina em 30 a 90 dias após o plantio.

Não deixe as sementes sofrem temperaturas abaixo de 10 °C .Não transplante  as mudas em o seu primeiro ano de crescimento.  Nunca deixe as plantas sequem ou expor ao sol direto ou completo

Semear a 2mm  de profundidade. Manter a terra o substrato muito úmido, mas sem alagar.

CULTIVO

Cultivar de preferencia na beira de um lago, riacho ou em áreas alagadas já que a Gunnera precisa de solos com umidade constante.

Pelo grande tamanho é melhor cultivar no solo que em vasos.

Cultivar em áreas de media sombra ou mais.

A Gunnera em áreas de altitude, e não gosta nem de frio nem de calor extremo, pelo que seu cultivo fora da região ideal será complicado.

Temperatura mínima –5 C

 

COMPRE SEMENTES DE GUNNERA, CLICANDO AQUI

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Jambu–Spilanthes oleracea

O Jambu é uma erva típica da região norte do Brasil, mais precisamente do Amazonas,do Acre e de Rondônia e pode se encontrar também no Pará. Sendo originária da América do Sul, é comum também em todo o sudoeste asiático e em particular nas ilhas Mascarenhas e Madagáscar. Também conhecida como agrião-do-Amazônia.

Uso em culinária

O jambu é muito utilizado nas culinárias amazonense, rondoniense, acriana e paraense, podendo ser encontrado em iguarias como o tacacá, o pato no tucupi e até mesmo em pizza combinado com mozarela. Pode-se preparar o jambu da mesma maneira que se prepara a couve refogada, cortando-a fininha e refogando-a no azeite com alho e sal a gosto e bacon cortado em cubinhos.

Uma de suas principais características é a capacidade de tremelicar os lábios de seus comensais. É usada como especiaria pelos chineses. As folhas podem ser usadas frescas ou secas. As folhas tenras cortadas finamente são usadas como condimento no prato nacional malgaxe romazave. É encontrado abundantemente no interior do Rio de Janeiro, no município de Trajano de Moraes.

Na Bahia, especialmente, é usado como erva de alto valor religioso com os nomes oripepé, pimenta-d'água e pingo-de-ouro.

Propriedades Medicinais

A planta é reconhecida como anestésica, diurética, digestiva,  antiasmática e antiescorbútica. Os seus capítulos possuem propriedades odontálgicas e antiescorbúticas.

GERMINAÇÃO e CULTIVO +++ IMPORTANTE+++

Semear na superfície em vasos ou bandejas contendo substrato ou terra orgânica.  Não cobrir as sementes, apenas apertar na superfície, já que eles precisam de luz para a germinação.

Sua germinação leva  de 7 a 14 dias desde que tenha uma temperatura mínima de  20-24 °C.

Transplante as mudas quando grandes o suficiente . Se for permitido o crescimento por muito tempo em vasos pequenos, as plantas murcharão rapidamente devido à falta de água e de nutrientes.

CORTE AS FOLHAS EXTERNAS E OS BROTOS TERMINAI AS 8 SEMANAS PARA PROMOVER AS RAMIFICAÇÕES.

Certifique-se de que o composto é mantido úmido o tempo todo.

Espaço  entre plantas 30cm.

Molhe regularmente até amadurecer.

O JAMBU prefere solos ricos e uma eventual cobertura de composto orgânico.

O sol Pleno é tolerado, desde que as plantas são irrigadas profundamente e muitas vezes. Uma pequena sombra pode reduzir a necessidade de água sem comprometendo o crescimento das plantas.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Poejo Pennyroyal Hortelãzinho Mentha pulegium - Mentha rotudinfolia e outras Mentha sp.



  • Planta vivaz, perene, de 30 a 50 cm de altura. Folhas verde vivo, pequeninas e de cheiro parecido com hortelã (mesma família) caules frouxos, rastejantes, lançando raízes nos pontos em que entram em contato com o solo. 
  • Esta planta aromática, é conhecida há séculos em todo o Mediterrâneo e Ásia ocidental pelas suas propriedades  carminativas e relaxantes   quando tomada em  infusão . Seu óleo essencial  é usado em  aromaterapia .
  • CULTIVO
  • Cresce facilmente desde sementes, desde que sejam seguidas as instruções para ter as condições adequadas similares as da natureza.
    Coloque as sementes num substrato apropriado e aperte elas contra a superfície, sem cobrir-as, já que necessitam de luz para germinar!!
    A superfície deve estar úmida mas não alagada, os vasos ou bandejas devem ter muito boa drenagem. Se em sua região o ar é seco, cobra com polietileno para manter a umidade.
    A temperatura ideal de germinação é de 20 graus.
    Nessa condições deve germinar em 5 a 21 dias.
    As plantas podem ser transplantadas quando tenham o tamanho adequado. Gosta de sol, mas nos climas mais quentes recomendamos evitar o sol das horas mais quentes. Não gosta do calor nem do frio extremos. O poejo requer temperaturas acima dos 7°C.
    Molhar regularmente, espaçamento 30 cm.
    DICA:  Se recomenda cortar as flores ara ajudar no desenvolvimento da planta.
    COMPRE SEMENTES DE POEJO NA PLANTAMUNDO

    CLICANDO AQUI

    segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

    Bunny Tails - Lagurus ovatus

     

    Bunny tail blooms are puffy and soft just like actual bunny tails.

    Planta anual (gramínea) , de 30-50 cm e rara beleza.

    Plantar no lugar definitivo ou em copinhos que possam ser enterrados sem mexer nas raízes (não gosta de transplante).

    Cresce bem em solos arenosos, desde que tenha boa drenagem. Tolerante a seca (uma vez estabelecida). Gosta de sol pleno em climas temperados e subtropicais, e sombra parcial nos climas mais quentes.

    sábado, 1 de fevereiro de 2014

    Bo Tree – Árvore de Budha - Ficus religiosa


    Coloque as sementes em molho durante  48  horas . De preferência use GA3 (Ácido giberélico) preparado com Fertilizante Milagre.

    Coloca as sementes sobre  o substrato, e aperte. Jogue um pouco de areia de rio sobre as sementes sem enterra-las totalmente. Molhe com cuidado,  com um borrifador (molhando com uma mangueira enterrará as sementes!). Coloque uma tampa ou filme de plástico transparente sobre a bandeja.

    Coloque a bandeja num lugar com luz forte, mas sem sol direto. A temperatura ideal de germinação é de 25 grados Celsius. Remova a tampa plástica todos os dias para permitir que o oxigeno chegue as  sementes e evitar a formação de fungos. Pulverize quando necessário. A umidade deve ser mantida durante 15 a 90 días até que apareçam as brotações. Nesse momento retirar a tampa plástica.

    Transplantar com cuidado a vasos individuais com sombra parcial.

    COMPRE SEMENTES DE BHODI TREE CLICANDO AQUI

    Alcachofra

     

     

    A alcachofra (Cynara scolymus L.) é uma planta herbácea que atinge até 1,50m de altura. Suas folhas são grandes, podendo chegar a mais de 1m de comprimento. As variedades existentes são a alcachofra comum, a alcachofra hortícola e a alcachofra cultivada. É um vegetal originário da região mediterrânea que costuma ser cultivada como alimento, planta medicinal ou ainda, como planta ornamental.

    Características medicinais
    Além de ser muito apreciada como alimento, a alcachofra apresenta características terapêuticas pois atua na regularização das funções do fígado. Por conter uma quantidade bastante expressiva de ferro em sua composição, principalmente em suas folhas, a alcachofra é muito útil para pessoas com problemas de anemia. Atua, também, no combate a cálculos biliares, além de ser um ótimo diurético. Todas as principais aplicações medicinais desta planta tem como matéria prima as folhas da alcachofra utilizadas, principalmente, em chás e sopas.

    Cultivo
    É uma planta que, devido à sua região originária, se adapta melhor aos climas temperados-quentes. Em locais com temperaturas médias muito elevadas, é comum o desenvolvimento de pragas e doenças. Apesar disso, precisa de muito sol.

    Pode ser cultivada dentro da faixa de temperaturas indo de 5°C até 30°C, mas cresce melhor em temperaturas médias de 13°C a 18°C. É necessário um período de baixas temperaturas para induzir o florescimento, sendo que as regiões ideais para o cultivo de alcachofra têm um inverno moderadamente frio e um verão moderadamente quente.

    A planta geralmente suporta somente geadas leves. Por outro lado, quando o clima está muito quente e seco os capítulos florais tendem a abrir precocemente.

     

    Adapta-se melhor em solos argilo-silicosos, profundos e drenados, com pH próximo de 6,5, ou seja, neutro. Outro cuidado importante que devemos tomar no cultivo da alcachofra é de fazer a plantação em locais abrigados ou protegidos contra os ventos fortes.

    A propagação é feita por sementes ou através de mudas, que nascem na base da própria planta.

    O ciclo é de 150 dias no inverno. A germinação leva de sete a 21 dias na temperatura considerada ideal, que é de 20 oC a 30 oC. A semeadura pode ser feita em bandejas numa profundidade máxima de 1,5 cm. O transplantio deve ser realizado quando a muda atinge 10 cm

    As sementes podem ser plantadas no local definitivo ou em pequenos vasos, saquinhos de plástico próprios para mudas ou copinhos feitos de papel jornal com 5 cm de diâmetro e 10 cm de altura, e então transplantadas três ou quatro semanas após a germinação.

    Para o plantio comercial ou mesmo caseiro, as mudas devem ser cultivadas, primeiramente, em um viveiro e, depois, transplantadas para o local definitivo. O tempo de germinação das sementes é de 15 dias, em condições apropriadas.

    Por não se adaptar em regiões com temperaturas muito altas, a cultura da alcachofra não é recomendada na região Nordeste do Brasil. O plantio deve ser feito durante o período de outono e inverno, do final de março até final de agosto.

    As pragas mais comuns a atacarem a alcachofra são os pulgões cinzentos e a cochonilha vermelha. Há, ainda, a ocorrência ocasional de uma doença causada por um fungo, que deixa manchas acinzentadas nas folhas.

    Os tratos culturais necessários para a obtenção de bons resultados no cultivo da alcachofra são simples: capinas, irrigação (a alcachofra necessita de grande quantidade de água, devido ao número e tamanho de suas folhas), controle das pragas (principalmente os pulgões) e desbastes.

    Os resultados obtidos com uma plantação de alcachofra, bem cuidada, são uma colheita de cerca de 3,5ton de folhas frescas, por hectare. Para uso medicinal, também se aproveita as raízes dessa planta. A colheita é feita à medida que as folhas vão alcançando seu tamanho máximo, portanto, não se deve colher tudo de uma só vez.

    FONTE: RURALNEWS & HORTA.INFO

    sábado, 4 de janeiro de 2014

    FRESIAS–FREESIAS

     

    Frésia ou Freesia (Freesia x hybrida Hort.)

    Planta bulbosa originaria de África do Sul. Perene, herbácea de altura até 30 cm, não ramificada. As folhas são finas, lineares e as flores são campanuladas e muito perfumadas, normalmente nas cores vermelho, branco, amarelo, rosa, violeta.

    Florescem do inverno até a primavera e são mais cultivadas em regiões de invernos frios.

    Podem ser cultivadas em canteiros, como bordaduras ou pequenos maciços, em jardineiras e vasos.

    As freesias agradecem um pouco se sombra, especialmente nos climas mais quentes.  O sol favorece a floração  mas em  excesso deteriora rapidamente as flores.

    Plantio:

    Revolver a terra (10 a 15 cm), nivele o solo e plante. Faça pequenos buracos com o dedo e insira o bulbo, arrumando terra à volta. Regue abundantemente.

    O solo deve ser fértil, bem drenado e solo.  A profundidade de plantio é de até 4 cm e o espaçamento recomendado entre  plantas é de 5-10  cm. 

    Quando as folhas secarem os bulbos poderão ser retirados, aguardando o outono para o replantio.  Por experiência própria sabemos  que se são deixados no jardim, em climas mais temperados, as freesias se naturalizarão, e simplesmente volverão a brotar na próxima temporada

    A DISPONIBILIDADE DE BULBOS DE FRESIAS E ESTACIONAL (NÃO ESTÃO DISPONIVEIS O ANO TODO), CONSULTE!