domingo, 1 de outubro de 2017

Árvore da Seda - Acácia de Constantinopla - Albizia


 GERMINAÇÃO



Embora as sementes de albizia não tenham uma dormência real para ser quebrada, elas têm uma casca muito dura e impermeável à água e requerem um tratamento prévio para que ocorra uma germinação bem-sucedida.

Sem pré-tratamento, é provável que 10% ou menos das sementes germinem. Inclusive o uso de mais de um destes pré-tratamentos pode ser necessário para tornar o revestimento da semente permeável para que o embrião de semente possa absorver água e começar a germinar.

O primeiro método (e mais fácil) é colocar as sementes em um recipiente à prova de calor e derramar água quente (não ferver!) 70-80 graus Celsius sobre eles e deixá-los embeber entre 12-24 horas. As sementes que foram pré-tratadas com sucesso terão inchado cerca de 3 vezes o tamanho anterior. Remova todas as sementes inchadas, pois estas serão danificadas por outros pré-tratamentos. Estas podem ser semeados imediatamente. Este tratamento de água quente pode ser repetido até 3 vezes, tornando a água um pouco mais quente a cada vez. As sementes que permanecem pequenas precisam ser secas para tratamento posterior.

O método restante consiste em cortar a borda das sementes com uma faca ou alicate ou esfregando-as entre as camadas de lixa fina. Depois de ter feito isso, deixe as sementes em água fria por 12-24 horas e as sementes tratadas com sucesso terão água embebida e inchadas.
As sementes que incharam estão prontas para plantio, as outras devem ser secas, escarificadas e mergulhadas novamente.

Semeje as sementes individualmente em vasos cheios de composto de boa qualidade a uma profundidade de cerca de 1 e as plantas aparecerão muito rapidamente se forem mantidas em temperaturas quentes. Mantenha livre de ervas daninhas e bem regadas em uma posição quente e ensolarada. O crescimento no primeiro ano pode exceder 60cm e as  mudas poderam ser plantadas em seus lugares permanentes.
 


CULTIVO: 

Prefere solos com boa drenagem e tem alguma preferência por solos profundos, úmidos e ricos em húmus. Consegue desenvolver-se em solos pobres, muito alcalinos ou mesmo salinos.

Apesar de ser tolerante à sombra, prefere (e cresce melhor em) espaços de exposição solar total. Sobrevive a períodos de estiagem, desde que curtos. É resistente a ventos fortes e dominantes mas não tolera a exposição marítima.

É uma árvore de rápido crescimento (cerca de 90 cm por ano, ou mais) e com curto período de duração (diferentes bibliografias se referem a períodos de 10  a 20  anos de vida útil). 



sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Sarracenia purpurea

 

GERMINAÇÃO

Umedecer uma folha de papel toalha ou um filtro de café, com água destilada, e espremer para eliminar o excesso de água.

Dobre-o e coloque uma fina camada de musgo de turfa úmida e lavada.
As sementes devem ser misturadas com a turfa.

Dobre a toalha ou filtro de papel sobre a turfa e coloque-a em um saco selável (ziplock) com a maior parte do ar empurrado para fora (não completamente embora) antes de vedá-lo.

ASSIM, COLOQUE AS SEMENTES NA GELADEIRA POR 3 MESES.

Após o período de estratificação, semear em cima de uma mistura 1: 1 de turfa lavada e perlite encharcada.

Cobrir com plástico transparente para mater a umidade. Manter bem iluminadas, sem sol direto, durante todo o dia.

Retirei o plástico diariamente para verificar sinais de germinação, certifique-se de que não exista qualquer crescimento de fungos (e tente conforme necessário), forneça ar fresco e mantenha o nível da água.

A germinação pode começar aos 7 dias.

CULTIVO

Se lembre, não é uma planta tropical, e deve ser protegida do sol nas horas mais quentes. Se bem tolerante de um pouco de calor, o substrato deve ser protegido do sol, para que não esquente.

Mantenha o substrato sempre úmido ou encharcado, nunca permitindo que seque! Usar dentro do possivel, água destilada.

sábado, 9 de setembro de 2017

ARNICA BRASILEIRA - Solidago microglossa

GERMINAÇÃO

Se recomenda colocar as sementes em molho por 36 horas antes de semear.

Semear sem enterrar as sementes, apenas apertando na superfície do substrato, para fixa-as no lugar. 

A temperatura ideal de germinação é de 20 graus.

A germinação pode ser naturalmente errática e baixa, não superando, em duas semanas, o 20%, mesmo nas condições propícias

CULTIVO

Planta silvestre, não exigente em matéria de solos, e irrigação, e não precisa de cuidados especiais uma vez estabelecida.

Cultivar a sol pleno.



sábado, 2 de setembro de 2017

Canonigos - Baval - Alface da Terra - Valerianella locusta

Clima

Cresce melhor em clima ameno ou frio, sendo portanto normalmente cultivada no outono e inverno em regiões de clima subtropical e tropical, e do fim do verão ao fim do outono em regiões de clima temperado, embora possa precisar de alguma proteção em regiões de inverno rigoroso. Altas temperaturas induzem a planta a florescer.

Luminosidade

Cultive preferencialmente com iluminação solar direta. Se for tentado o cultivo durante a primavera e o verão, ou se o plantio for realizado em regiões de clima mais quente, pode ser melhor fazer o plantio em local mais fresco, úmido e com sombra parcial para evitar que a planta floresça precocemente. No caso, se deve cortar a floração no inicio, para continuar o desenvolvimento das folhas.

Solo

Cultive em solo bem drenado, fértil, rico em matéria orgânica, com pH entre 6 e 7.

Irrigação

Irrigue de forma a manter o solo sempre úmido, mas sem que fique encharcado.

Plantio

Como as sementes podem demorar para germinar, é conveniente deixá-las na água por um dia antes de realizar a semeadura, para apressar a germinação. As sementes de canonigos podem ser semeadas no local definitivo da horta, a uma profundidade de 0,5 a 1 cm.
O espaçamento recomendado entre as linhas de plantio pode ser de 30 cm, com um espaçamento entre as plantas de 30 cm. Pode também ser cultivada em vasos e jardineiras que tenham um mínimo de 10 cm de altura.

Tratos culturais

Retire plantas invasoras que estejam concorrendo por nutrientes e recursos.

Colheita

A colheita pode ser feita em 40 a 60 dias. As plantas com 10 a 15 cm de altura podem ser cortadas de 3 a 5 cm acima do solo, o que permite que rebrotem, possibilitando uma segunda colheita, ou as folhas podem ser cortadas individualmente quando necessário.

FONTE: http://hortaeflores.blogspot.com.br/

sábado, 26 de agosto de 2017

TREPADEIRA ELEFANTE - BABY WOOD ROSE - Argyrea nervosa

  • Nome Científico: Argyreia nervosa
  • Nomes Populares: Trepadeira-elefante, Orelha-de-elefante, Rosa-de-pau
  • Família: Convolvulaceae
  • Categoria: Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, Índia
  • Altura: 9.0 a 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene
A trepadeira-elefante é uma trepadeira de textura semi-lenhosa, de raízes profundas e crescimento vigoroso, excelente para cobrir caramanchões. Sua ramagem é longa, alcançando cerca de 9 metros de altura. Os ramos são recobertos por uma fina lanugem, assim como a página inferior das folhas. Esta lanugem confere um toque aveludado e uma tonalidade prateada à planta. As folhas da trepadeira-elefante são grandes e cordiformes, de cor verde-escura a acinzentada.

Suas flores são campanuladas, rosa-arroxeadas e muito vistosas. A floração ocorre na primavera e verão. Os frutos surgem no outono e são decorativos, lenhosos, marrons, e em conjunto com as sépatas, também lenhosas, são conhecidos como rosas-de-madeira. As sementes são numerosas, amarronzadas e contêm substâncias alucinóginas e antiinflamatórias. Elas são utilizadas há milhares de anos em rituais espirituais e na medicina Ayurveda.
No paisagismo a trepadeira-elefante é indicada para cobrir estruturas médias e grandes, tais como pórticos, pérgolas e caramanchões. Nestes suportes ela oferece uma sombra fresca e agradável, com suas folhas enormes, bem ao estilo tropical. Também é apropriada para cercas e muros. Por seu porte naturalmente avantajado, não é indicada para vasos ou jardineiras, sob pena de se tornar raquítica e fraca. Devido à facilidade de propagação, esta espécie pode se tornar invasiva.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e periodicamente irrigado. Planta tipicamente tropical, aprecia o calor e a umidade. Não tolera frio intenso ou geadas. Multiplica-se facilmente por sementes ou por estaquia. 


GERMINAÇÃO 





Corte a casca exterior das sementes com uma faca. Faça um corte superficial longe do centro. Outra alternativa é usar uma lima para desgastar uma parte da casca. Deixe as sementes de molho em água por 12 horas antes do plantio.

Plante as sementes em uma área onde há terra de drenagem livre e que não receba luz solar direta. Elas não precisarão de muita luz solar para crescerem.

Certifique-se de que a terra não esteja muito compactada e, principalmente, grossa. 

Regue-as pelo menos uma vez por dia. Verifique-as ao longo do dia para certificar-se de que a terra esteja úmida, mas não exagere na rega. Depois de uma semana, suas sementes começarão a germinar, mas tenha paciência, a germinação pode demorar até 4 semanas ou mais.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Hesperis dames - Hesperis matronalis






Época de Semeadura     Todo ano
Ciclo (dias)     60 Verão / 90 Inverno
Floração(dias) no verão     60
Floração(dias) no inverno     90
Floração     0
Cor das flores     Branca, lilás e roxa
Altura Comercial (cm)     70 - 80
   
Uso/Comentários    
Usada para jardim ou corte



Espaçamento (cm) Linhas x Plantas 30 x 30  
Germinação (dias) 14   







quarta-feira, 16 de agosto de 2017

OREGANO - Origanum vulgare

Plantio


As sementes podem ser semeadas diretamente no local definitivo da horta, ou podem ser semeadas em sementeiras, pequenos vasos ou copinhos plásticos descartáveis. Neste caso, as mudas de orégano são transplantadas quando têm 4 pares de folhas definitivas. A germinação das sementes geralmente ocorre em duas semanas.

Em locais onde o inverno não é rigoroso e a planta é cultivada como uma perene, as plantas formam touceiras lenhosas com raízes bastante emaranhadas. A cada 2 ou 3 anos, estas podem ser divididas e utilizadas para aumentar o número de plantas. A desvantagem é que plantas velhas geralmente produzem folhas que não são consideradas tão saborosas quando as folhas de plantas mais jovens.


O espaçamento entre as plantas de orégano pode ser geralmente de 30 cm, mas este valor pode variar com o tamanho do cultivar ou da espécie de orégano.

O orégano também pode ser cultivado facilmente em jardineiras e vasos de tamanho médio ou grande.

Tratos culturais

Retire plantas invasoras que estejam concorrendo por nutrientes e recursos.

Clima

O orégano é uma planta que cresce melhor em clima ameno ou em clima moderadamente quente, mas pode ser cultivado em uma faixa de temperaturas indo de 4°C a 32°C. O ideal é que a temperatura fique entre 21°C e 25°. Nota: Cultivamos sem problemas aqui no Rio, com temperaturas acima das indicadas!

Luminosidade

O orégano necessita de alta luminosidade e deve receber luz solar direta várias  horas diariamente. Quanto mais luz solar receber, mais pungentes e aromáticas serão suas folhas.

Solo

O solo deve ser bem drenado e de preferência fértil, embora o orégano possa crescer mesmo em solos pobres. A planta é bastante tolerante quanto ao pH do solo, mas o ideal é que o pH esteja entre 6 e 8. A planta cresce melhor em um solo calcário.

Irrigação

Irrigue com frequência para que o solo seja mantido levemente úmido. Se as plantas estão bem desenvolvidas, não há problema se o solo secar superficialmente por um curto período entre uma rega e outra. Tanto a falta quanto o excesso de água prejudicam o orégano.

Colheita

A colheita das folhas pode começar quando a planta estiver com pelo menos 20 cm de altura. Considera-se que as folhas tem o melhor sabor na época em que começam a surgir as flores. As flores também são utilizadas como condimento, e devem ser colhidas assim que abrem.

O sabor das folhas é mais forte quando estão secas, e esta é geralmente a maneira em que são usadas. As folhas frescas podem ser deixadas para secar em um local escuro, quente, seco, e que seja bem ventilado.
O orégano produz bem por 4 ou 5 anos se cultivado em clima adequado e em boas condições de cultivo.

Fonte: hortas.info

domingo, 13 de agosto de 2017

GARLAND DAISY - Chrysanthemum coronarium

Garland Daisy Germinação: 

Plante na primavera após a última chance de geada, ou o ano todo em lugares livres de geadas. A semeadura deve ser feita sobre a superfície do solo; pressione as sementes sobre o solo e mantenha moderadamente úmido até a germinação, que deverá ter lugar dentro de 10-14 dias e a uma temperatura de  21 graus até a germinação. Transplante as mudinhas para 30-40 cm assim que alcancem 15-20 cm de altura.

Cultivo:  


A pleno sol.

Irrigue regularmente até que as mudinhas se estabeleçam bem. As plantas adultas apreciaram uma rega ocasional nas condições de seca, mas o excesso de umidade irá causar doença e podridão radicular. 

Se houver ferrugem ou se mofo aparecer, remova a folhagem afetada imediatamente.

Embora ele possa tolerar geadas suaves, não irá sobreviver a geadas fortes. Ela se auto-semea e e se alastra facilmente, mas plantas espontâneas podem ser facilmente removidas se não as quer. Esta planta também cresce bem em vasos com muito boa drenagem.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

PAPOULA AZUL - Meconopsis betonicifolia


A Papoula azul do Himalaia, Meconopsis betonicifolia - é uma dessas plantas que capta a imaginação, mas sua germinação e cultivo não são fáceis, nem adianta colocar as sementes na terra, e esperar que germinem, sem seguir o Manual!

As sementes precisam ser estratificadas antes de semear. Coloque as sementes num filtro de café, previamente molhado e enxugado, dobre cuidadosamente e coloque-o dentro de um saco plástico zip lock e coloque o mesmo na gaveta de saladas da geladeira por 1 mês, a fim de quebrar a dormência natural das sementes.

Após este período de tratamento a frio, utilize composto para mudas  previamente esterilizado  para semear as semente. Molhe cuidadosamente o mesmo e deixe escorrer.

Remova as sementes do filtro de café e coloque-as na superfície do composto molhado, pressione suavemente, não cobrir!! As sementes de Meconopsis requerem luz para iniciar a germinação!!
Coloque as sementes num lugar luminoso, mas sem sol direto. A germinação tem ser em um quarto frio com temperaturas de não mais que 18 graus Celsius. Mantér um nível constante de umidade é muito importante e em nenhum momento o substrato pode secar ou encharcar.





Você pode desejar para cobrir o seu tabuleiro com uma folha de plástico transparente para ajudar a manter a umidade mas este deve ser retirado em os primeiros sinais de germinação para evitar a incidência de infecções fúngicas rots.

A germinação deve ocorrer entre 2 e 4 semanas e logo que as plantas desenvolver seu segundo conjunto de "verdadeiro" estarão prontos para o transplante.



É bom misturar perlita no substrato do lugar definitivo para ajudar a melhorar o sistema de drenagem.
Se as condições forem adequadas as plantas jovens podem agora ser transferidos para fora mas certifique-se de que eles sejam protegidos de chuva pesada, luz solar direta e lesmas.

Uma vez que eles cheguem até cerca de cerca de 15-20 cm de altura que podem ser plantadas fora em suas posições permanentes, mas lembre-se, ao longo de todo o período de crescimento - NÃO DEIXE QUE ELES SEQUEM!

Na cova deve adicionar-se humus e matéria orgânica.Tente e evitar qualquer concorrência a partir de raízes da árvore e a área deverá ser parcialmente sombreados - de preferência a partir de plantas caducifólias - de modo a proteger as plantas de meio-dia de calor do verão, mas também permitindo que uma abundância de luz de inverno.


sexta-feira, 21 de julho de 2017

ALFENEIRO DA CHINA - LIGUSTRO - Ligustrum lucidum

Escarificação 1: de molho em água, deixar repousar na água por 24 horas.

Estratificação 2: estratificar a frio por 90 dias. (Coloque na geladeira)


Germinação:  Plante a 1/2 cm de profundidade, faça uma cobertura ou cama com palha e folhas secas.



CULTIVO:

LUMINOSIDADE: Sol pleno.

ÁGUA: Quando jovem manter o solo ligeiramente úmido, com regas 2 vezes por semana, depois de adulta só regar no caso de estiagens muito prolongadas.

CLIMA: Quente a ameno.

PODA: Aceita bem até podas drásticas, podendo ser modificado seu formato e tamanho.

CULTIVO: De fácil cultivo é tolerante a poluição, solos pobres, o solo tem que ter boa drenagem, pois ela não gosta de muita água.

FERTILIZAÇÃO: Aplicar por ocasião do plantio, misturado bem no substrato NPK 10-10-10 , 08 colheres de sopa.

UTILIZAÇÃO: Por projetar sombreamento durante todo ano e aceitar bem podas, é muito utilizada em arborização urbana, em ruas estreitas com fiação, e praças públicas é até conhecida como “árvore-do-prefeito”.   
 

ALHO PORO - Todas as variedades

Como Cultivar Alho Poró

O alho-poró é uma parte deliciosa e leve, da família da cebola que dá um sabor maravilhoso em sopas e quiches ou simplesmente refogado sozinho. Ele cresce bem em todos os climas, embora ele precise de cuidados extras em lugares que não têm chuvas fortes.

Iniciando a Semeadura 

1- Decida se vai plantar no outono ou na primavera. Se você vive em um clima ameno (região sudeste ou mais quentes), você pode plantar alho-poró no outono para uma colheita na primavera, então plante novamente no final da primavera para uma colheita no outono. O alho-poró plantado no final do ano vai hibernar e crescer na primavera. Se você vive em uma região com inverno rigoroso, o alho-poró deve ser plantado bem cedo na primavera, assim que o solo estiver adequado. 

Inicie a semeadura. Preencha bandejas de sementes com uma mistura para germinar sementes (não terra para vasos) e plante as sementes cerca de 6 semanas antes da última geada do inverno. Sementes de alho-poró germinarão melhor a uma temperatura em torno de 25ᵒC, então as mantenha em uma local quente e ensolarado. Se você vai começar a semear no outono, você pode mantê-las ao ar livre em um local ensolarado. Mantenha a mistura para germinar sementes. 

Se desejar, você pode plantar as sementes diretamente em vez de começar em bandejas. Prepare uma cama de plantio com bastante adubo. Plante as sementes com 1, 25 cm de profundidade e vários centímetros de distância. 

GERMINAÇÃO DEMORA DE 2 A 6 SEMANAS. TENHA PACIÊNCIA!

As mudas estão prontas para o transplante quando crescem e ficam com pelo menos 15 cm de altura. 

Prepare uma cama de plantio para os transplantes. Prepare uma cama permanente para as mudas. Escolha um lugar ao sol que tenha boa drenagem do solo. Trabalhe o composto para o solo a uma profundidade de pelo menos 20 cm. Cave uma trincheira com 15 cm de profundidade. O alho-poró deve ser plantado no fundo do solo para que a base do tronco fique longe da luz solar sol e fique "branqueada". A parte branqueada é a parte branca, comestível do alho-poró. 

Transplante o alho-poró. Plante as mudas de alho-poró com pelo menos 15 centímetros de profundidade e 15 centímetros de distância. Amontoe de leve o solo em torno da base do alho-poró de modo que a terra cubra as raízes e chegue até a divisão onde as folhas se dividem. Esse processo de ajuntar ligeiramente a terra desta forma é chamado de "amontoar”. 

Em vez de amontoar, você pode ajudar a branquear as hastes do alho-poró, colocando um tubo de papelão sobre cada planta, de modo que ela repouse em torno da base. Isso serve ao duplo propósito de manter o sol afastado e manter a sujeira distante das folhas do alho-poró. 

Faça uma cobertura com palha para o alho-poró. As raízes do alho-poró são superficiais, e devem ser protegidas para que elas fiquem úmidas. Regue a cama de alho-poró minuciosamente após o plantio, em seguida, cubra com palha a cama de alho-poró para protegê-lo durante toda a estação de crescimento. 

Mantenha o solo úmido. Regue o alho-poró com frequência para manter seu crescimento saudável e forte. Não deixe que o solo seque. O alho-poró precisa ser bem regado, pelo menos duas vezes por semana, e mais frequentemente se você vive em um lugar seco, com pouca chuva. 

Faça um amontoado de terra periodicamente. No meio da estação de crescimento, amontoe o solo ao redor da base de alho-poró, novamente, de modo que ela atinja o lugar onde as folhas se dividem. Quanto mais alto o amontoado, maior será a parte branca comestível do alho-poró. No entanto, amontoar muito alto pode causar o apodrecimento do alho-poró. 

Limpe a cama de alho-poró. Como o alho-poró tem raízes superficiais, é importante capinar o local com frequência para que elas não tenham que competir por nutrientes. Capine a cama de alho-poró com frequência ao longo da estação de crescimento. 

Colhendo o alho-poró 

Colha o alho-poró , quando suas hastes estiverem com 2,5 cm de diâmetro. Os alhos-porós estão geralmente prontos para comer quando seus caules estiverem com cerca de 2,5 cm de espessura. No entanto, se você gosta de alhos-porós mais novos, eles podem ser colhidos a qualquer momento. Alhos-porós mais jovens são menos saborosos, mas são mais macios, e podem ser comidos como cebolinhas. 

Você pode deixar os alhos-porós plantados até que ele fiquem bem grandes, se você não quiser colhê-los todos de uma vez. Planeje para remover todos antes do solo ficar extremamente frio no outono. 

Cave em torno das bases de alho-poró e puxe-os para fora. Mantenha as raízes intactas enquanto você colhe o alho-poró. Use uma pá para cavar em torno da base do alho-poró, em seguida, puxe delicadamente pelas folhas para removê-lo do chão. 

Lave as hastes. Os alhos-porós vão precisar de uma boa lavagem para remover a terra de suas hastes. Lave toda a sujeira usando uma escova vegetal. 

Guarde os alhos-porós. Alhos-porós podem ser guardados na geladeira, se você pretende comê-los dentro de uma semana. Lave e seque o alho-poró e coloque-o em um saco plástico ou em seu recipiente para verduras. Quando quiser cozinhá-los, retire as raízes e a parte verde das folhas, e processe a parte branca da haste para usar em uma receita. 

Para o armazenamento em longo prazo, mantenha as raízes ligadas aos alhos-porós e apare as folhas em volta até ficarem com apenas 2,5 cm de folhas restantes. Guarde-os de cabeça para baixo em uma caixa de madeira, e apoie-os com serragem. Coloque a caixa em um porão fresco por até 8 semanas. 

Você também pode congelar o alho-poró. Remova as raízes e as folhas e escalde as hastes brancas. Coloque as hastes escaldadas em sacos para congelar e armazene por vários meses.

Fonte wikihow.com

sábado, 1 de julho de 2017

LEIA - Leea guineensis


Plante normalmente, enterrando as sementes a 1/2 cm de profundidade, num lugar muito luminoso, mas sem sol direto (ou sob sombrite). Manter sempre úmido. As sementes germinam em 2-3 semanas na temperatura ideal de 27 C

Planta para sol mais fraco (manhã), porém requer de 3 a 5 hs. de sol.

Requer adubação constante de 15 em 15 dias. Mantenha a terra levemente úmida, nunca Encharcada. Pode ser cultivada em jardins ao sol, vasos, jardineiras, etc. No plantio utilize um substrato bem fofo para melhor adaptação e crescimento da planta.