quinta-feira, 22 de junho de 2017

SABUGUEIRO - Sambucus sp (todas as espécies)

Germinação e cultivo de SABUGUEIRO (Sambucus nigra e outros)

As sementes de sabugueiro têm uma profunda dormência dentro delas, que requer um certo grau de paciência para superar mas é geralmente bastante fácil de obter elevados níveis de germinação se os procedimentos corretos são.

Prepare primeiro um substrato (pode ser uma mistura de perlite, areia e vermiculita. O substrato escolhido precisa estar úmido (mas não molhado), se ao apertar o substratos sai água, é que está muito molhado e sua sementes podem se afogar e morrer.

Misture as sementes no substrato, tendo certeza de que tem suficiente volume de material para manter as sementes separadas. Coloque a mistura de sementes em um saco plástico transparente (sacos para freezer, tipo sacos zip-lock).


Escreva a data no saco para que você saiba quando o pré-tratamento foi iniciado.

As sementes primeiro precisam de um período de pré-tratamento de aquecimento e precisam ser mantidos em temperaturas de 20 Celsius por um período de pelo menos dez semanas - não é crítico se ele dura uma semana ou duas mais do que isso. Durante este tempo certifique-se que o substrato  não seque em qualquer fase ou ele será ineficaz!

Depois as sementes necessitam de um período de frio para quebrar a parte final da dormência, isso é facilmente alcançado colocando o saco na geladeira (q 4 graus Celsius) durante pelo menos catorze semanas.  É perfeitamente possível que as sementes germinem no saco a estas temperaturas quando eles estão prontos a fazê-lo, nesse caso basta retirar do saco e cuidadosamente planta-las.

Quando o período de pré-tratamento tenha terminado a semente deve estar pronto para ser plantadas. Pequenas quantidades podem ser semeadas em vasos ou bandejas cheias de sementes com um composto de boa qualidade e cubra com uma fina camada de composto não mais de 1 cm de profundidade. 


Não exponha as sementes semeadas recentemente a altas temperaturas (acima de 25 graus Celsius). Manter as mudas bem regada e livre de plantas daninhas.

O crescimento no primeiro ano é geralmente entre 20 e 50 cm em função do tempo de germinação e técnicas culturais e desenvolvimento de mudas são normalmente sem problemas. Deixe crescer as mudas por 1 ou 2 anos antes do plantio em uma posição permanente.

terça-feira, 20 de junho de 2017

TILIA

As sementes de Tilia têm uma profunda dormência dentro delas, a germinação requer um grau de paciência mas é bastante fácil de obter elevados níveis de germinação se os procedimentos corretos são seguidos.

Prepare primeiro um substrato (pode ser uma mistura de perlita, areia e vermiculita) para colocar as sementes. O substrato escolhido precisa estar úmido (mas não molhado!). Misture as sementes no substrato, tendo a certeza de que a tem suficiente volume de material para manter as sementes separadas.

Coloque a mistura de sementes em um saco plástico transparente (sacos tipo  zip-lock). Escreva a data no saco para que você saiba quando o pré-tratamento foi iniciado.

As sementes primeiro exigem um período de pré-tratamento de aquecimento e precisam ser mantidos em temperaturas de 20 grados Celsius por um período de pelo menos 16 semanas (não é crítico se ele dura uma semana ou duas mais do que isso). Durante este tempo certifique-se de que o substrato utilizado não seque em qualquer fase ou ele será ineficaz!
 

Depois as sementes necessitam de um período de frio para quebrar a parte final da dormência, isso é facilmente alcançado colocando o saco na geladeira a 4 graus Celsius, durante pelo menos 16 semanas. É perfeitamente possível que  as sementes germinem no saco na geladeira, se assim for, basta retirar do saco e cuidadosamente planta-las.

Quando o período de pré-tratamento tenha terminado as sementes estarão  prontas para ser plantadas. As mesmas podem ser semeadas em vasos plásticos descartáveis ou bandejas, usando um substrato para mudas de boa qualidade e cobrindo com uma fina camada do mesmo de não mais de 1 cm de profundidade. 


As sementes não germinadas podem ter todo o processo repetido novamente para ativar mais sementes a germinar. 


Não exponha as sementes semeadas recentemente a altas temperaturas (acima de 25 graus Celsius). Manter as mudas bem regadas e livre de plantas daninhas. O crescimento no primeiro ano é normalmente entre 10 e 50 cm em função do tempo de germinação e técnicas culturais e o desenvolvimento de mudas normalmente não apresenta problemas.

sábado, 17 de junho de 2017

ÁRVORE DE JUDAS - ÁRVORE DO AMOR - OLAIA - Cercis siliquastrum

A olaia ou árvore-de-judas ou ainda árvore do amor (Cercis siliquastrum) é uma árvore pequena com 10 a 15 m de altura, nativa do sul da Europa e sudoeste asiático, comum na Península Ibérica, sul de França, Itália, Grécia e Ásia Menor, que forma uma árvore baixa com uma copa achatada. No início da primavera fica coberta com uma profusão de flores arroxeadas, que aparecem antes das folhas. 
 
As folhas são reniformes e caducas. As flores são comestíveis e têm um sabor acidulado. Podem ser comidas em saladas. A árvore era frequentemente incluída em herbários dos séculos XVI e XVII.
 
Diz-se que foi nesta árvore pequena e com poucos ramos que Judas Iscariotes se enforcou após ter traído Cristo, mas o seu nome poderá também derivar de "árvore da Judeia", nome da região onde a árvore era comum.

GERMINAÇÃO 

Pre-tratamento

IMPORTANTE: Sem o pre-tratamento é provável que 10% ou menos do que as sementes germinem!

Coloque as sementes em um recipiente à prova de calor e despeje água quente quase fervente e deixe de molho entre 24 horas. As sementes que tem sido tratadas com êxito terão inchado cerca de 2 a 3 vezes o seu tamanho anterior. Remova todas as sementes inchada já que estas serão danificados por novos tratamentos. Estas sementes devem ser colocados em um saco plástico e colocado na geladeira para armazenamento temporário. O tratamento de água quente pode ser repetido até 3 vezes, tornando a água um pouco mais quente de cada vez.

Agora as sementes necessitam de um período de frio para quebrar a parte final da dormência, isso é facilmente feito colocando as sementes com um mix de drenagem livre úmido (perlita ou areia de rio) colocando o saco na geladeira durante pelo menos 1 semana. É perfeitamente possível que as sementes germinem no saco mesmo na geladeira, nesse caso basta retirar as sementes germinadas do saco e cuidadosamente planta-las.

​Depois de uma semana na geladeira as sementes estão prontas para ser plantadas em vasos ou bandejas com um composto ou substrato de boa qualidade e cubra com uma fina camada de composto não mais de 5 mm de profundidade

As sementes germinam normalmente em uma semana a dez dias a 15-20°C. É importante que as temperaturas não sejam muito superiores ou a germinação será reduzido. 


As raízes são delicadas e mudas devem ser individualmente envasadas logo que possível desde plantas rapidamente se tornam intolerantes de perturbação de raiz.

CULTIVO

 - Suporta temperaturas baixas, mas prefere climas cálidos.

- Requer muita luz solar.

- Necessita solos alcalinos, profundos e muito bem drenados.

- Resiste bem a seca.

- Não suporta o alagamento.

- Não resiste geadas prolongadas, mas suporta até -10ºC.

- Sofre com o vento, que pode quebrar os galhos.

- A Olaia tolera a poda, necessária as vezes para que a árvore tenha uma forma harmoniosa, ou para que adote a forma de um pequeno arbusto.

- Não se deve podar severamente todos os anos. Podar em dias secos y de calor, na primavera ou no verão.