terça-feira, 19 de julho de 2016

MARACUJÁ DO MATO - Passiflora cincinnata e outros - Passiflora sp

 

CULTIVO



Época: semear o ano todo em regiões quentes. Onde a temperatura do inverno é inferior a 15ºC, não semear nos meses mais frios, ou semear em interiores.
Recipientes: sacos de polietileno pretos, com furos, tamanho 14 x 28 cm, ou tubetes de polietileno (o maior de todos) ou copinhos plásticos de 400 ml.
Substrato: Se recomenda o uso de substrato para mudas, não de terra.

Semeadura: Colocar as sementes de molho em suco de maracujá azedo (sem diluir) por 24 hs antes de semear. 

PLANTAR bem raso, cobrindo-as com 3 mm de substrato. A germinação pode ocorrer entre 14 e 28 dias após a semeadura, mas pode demorar até 6 meses ou mais, não jogue fora os copinhos!
DICAS IMPORTANTES:  Para melhorar a germinação, lixe as sementes em um ou dois lados usando uma lixa fina, e depois deixe em molho em GA3 (ácido giberelico) misturado com o suco concentrado de maracujá azedo, por 24 horas.
A temperatura é provavelmente o fator mais importante na germinação, com baixas temperaturas não haverá germinação! 

Tempo de preparo: mudas de sacos plásticos e copinhos levam de 60 a 80 dias para emitir a primeira gavinha, quando então devem ser levadas para o campo. Mudas de tubetes formam-se em 40-45 dias, sendo transplantadas mais cedo e menores, o que exige maiores cuidados quanto à irrigação

Clima e solo: próprio para regiões tropicais e subtropicais, com temperatura média mensal de 20 a 32ºC, precipitação anual de 800 a 1.700 mm anuais, bem distribuída, e alta luminosidade. Não tolera geadas ou ventos muito frios. Evitar face sul do terreno. Plantar em solos de textura média, profundos e bem drenados. Não utilizar baixadas, solos pedregosos ou com possibilidade de encharcamento.
Práticas de conservação do solo: plantar em nível e manter cobertura vegetal sempre roçada nas entrelinhas.

Sistema de condução: espaldeira com 1 fio de arame liso número 8 ou 10, fixo com mourões de 2 m de altura (mais 0,5 m enterrado), espaçados de 5 a 6 m.

Pragas e doenças: pulverizar, quando necessário, de manhã bem cedo para não afetar os insetos polinizadores. Prevenir com medidas culturais que favoreçam boa drenagem e manutenção de integridade do sistema radicular; controle – erradicação.

Podas: Poda de formação - conduzir a muda com haste única. Desbrotar periodicamente, até que ultrapasse o arame de sustentação em 20 cm. Despontar.
Escolher duas brotações laterais para formar os cordões horizontais, um para cada lado da planta. Manter todas as brotações surgidas desses cordões, pendendo livremente na vertical (cortina produtiva), eliminando-se as gavinhas até 60 cm abaixo do arame. Poda de produção - no início da brotação primaveril, com umidade no solo, cortar os ramos da cortina produtiva 60 cm abaixo do arame. Deixar secar, retirar e queimar os ramos podados.


FONTE IAC e Equipe da Plantamundo

7 comentários:

  1. Olá. Vcs poderiam esclarecer o motivo de deixar as sementes de molho no suco do maracujá?
    Seria para simular o processo de amadurecimento do fruto, dispersão das sementes e germinação dentro da natureza?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que é isso. A semente do maracujá é muito dura.

      Excluir
  2. gente aqui eu fiz assim, observei q elas nascem atoa no mato princinpalmente qndo se faz araçao na terra pois elas brotam da raiz q ficam debaixo da terra .. basta vcs pegar a raiz cortar em pequenas parte e por no saquinho q da serto a clonagem. . tenho ate fotos aqui

    ResponderExcluir
  3. Olá. Wesley oliveira é possível fazer o cultivo através das sementes ?

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho que deixa a semensemente secar primeiro antes de fazer o plantio

    ResponderExcluir